terça-feira, 12 de junho de 2007

Toda tampa tem sua panela

Ainda em clima de amor, já que hoje é o dia dos namorados, vamos falar dos utensílios e do amor na cozinha.

Muitos de nós não fazemos ideia do quanto a panela certa, não necessariamente velha, como já dizia a música, é que faz comida boa.

Descarte completamente a tradicional panela de alumínio. Houve uma época que se dizia que o alumínio era o melhor condutor do calor, e por isso as panelas desse metal eram as melhores. O problema é que partículas de alumínio se desprendem da panela durante o cozimento, se misturando ao alimento. O metal não sai do organismo e com o tempo pode desenvolver muitas doenças.

As panelas de ferro são ótimas, até porque todos precisamos de ferro, já que sua absorção pelo organismo é menor do que deveria. Mas elas costumam ser muito pesadas e pouco praticas. Mesmo assim de vez em quando é legal fazer uma receita nela, tipo uma feijoada daquelas de lamber os beiços.

As de inox são as melhores, belas, super modernas e de fácil manejo. Não liberam nenhuma substância no alimento, ao contrário das outras. Como não amassam, são ideias para o sistema de cozimento à vácuo que ensinei no primeiro post deste blog.

As de barro são ótimas para peixes e risotos, além de poderem ir ao forno para assar pães. É a melhor assadeira de pão segundo Jamie Oliver, já que no barro o calor se distribui igualmente por todo o recipiente, enquanto as outras esquentam mais no fundo que nas laterais. Uma dica de Jamie é utilizar até vasos de barro para plantas para assar pães, deixando-os num formato bem bonito, como de um cogumelo.

Quem não tem pipoqueira em casa pode usar sua panela wok para fazer pipoca. Como ela é bem espaçosa permite que todos os milhos estourem sem queimar. Nunca faça pipoca de microondas: além de deixar um cheiro horrível na casa, não faz nada bem a saúde com todos os corantes, conservantes, acidulantes e outros "antes" que todo produto prático e rápido de pacotinho oferece.

Abaixo, alguns pratos e suas respectivas panelas:

Yakisoba - panela wok, ovos - panela teflon, carnes - inox, cereais - inox, peixes - barro, feijoada - ferro, legumes - no vapor, omelete - caçarola, bife - frigideira.

Jamais use colheres de alumínio no preparo dos alimentos. Para cozinhar, colher de pau ou de silicone. As de alumínio são para servir. Pelo mesmo motivo de não se usar as panelas deste mesmo metal.

Mas, falando de amor... cozinhe sempre com amor. Pode parecer piegas, mas é a pura verdade, o amor é o melhor ingrediente da comida. Com ele os sabores são realçados e tudo fica mais gostoso. Cozinhar é uma magia. Você está transformando matéria prima em produto a ser consumido pelas pessoas. Tudo que você estiver sentido ao fazer a comida passará ao alimento. Com amor você se dedica mais a criar novas e deliciosas receitas, fica feliz de ver que os convidados ou a família estão felizes em comer da sua obra de arte. Tudo muda quando comemos bem algo que foi preparado e oferecido com amor.

Muito amor na sua cozinha. E com certeza, se você ainda não encontrou a tampa da sua panela, vai acabar fisgando algum peixe, porque o peixe se pega pela boca.

Boa pescaria!

Um comentário:

  1. amei este post mais gostaria de saber sobre a panela de vidro .

    ResponderExcluir

O conteúdo aqui publicado é de caráter educacional e preventivo.

Para diagnósticos e receitas procure um médico.