segunda-feira, 16 de junho de 2008

Dicas para feijão preto render e não dar azia

Toda comida pra ser saudável e gostosa deve ser cuidada desde a compra da matéria prima. Procure saber mais sobre a origem do alimento que você está adquirindo. Onde e como ele é cultivado. Seja fiel a marca que você confia, nunca vale a pena comprar só pelo preço.

Mas como o arroz e o feijão estão cada vez mais caro, o rendimento da base alimentar do brasileiro se torna uma preocupação a mais. E tenho visto muitas pessoas em comunidades do Orkut com problemas de rendimento no seu feijão.

Ao comprar o feijão certifique-se de sua qualidade mordendo um grão. Ele deve ser macio e de sabor suave. Sendo amargo, não compre, está contaminado por produtos químicos.

Ao chegar em casa separe um copo de feijão para duas pessoas. Vai render de duas a três refeições fartas. Repare que eu digo refeições e não porções. Meu marido se serve até três vezes em cada refeição.

Deixe de molho numa vasilha coberta por um pano, quando formar uma espuma branca troque a água. Faça isso umas três vezes. O molho não deve durar menos de 24 horas. Uma amiga se queixou que o molho deixava seu feijão azedo. Isso só ocorre se o feijão for de má qualidade ou se a água não for trocada.

O molho é muito importante, porque sem ele, toda essa fermentação procederá no seu organismo gerando azia e má digestão.

Quando puser o feijão pra cozinhar ele já estará bem macio e seu cozimento será rápido. Nunca use panela de pressão ou qualquer artifício para acelerar o cozimento. Tudo tem seu tempo e este deve ser respeitado. O aceleramento destrói as propriedades terapêuticas dos alimentos.

O feijão é muito saboroso e não pede muitos temperos. Nunca misture alho e cebola, escolha um, os aromas são fortes e suas propriedades incompatíveis entre si para uma boa digestão.

A cebola corto em rodelas e deixo cozinhar junto com os grãos, já o alho fica melhor adicionado cru ao final, bem espremidinho. O sal também deve ser colocado só ao fim do cozimento. Amasse alguns grãos, isso irá engrossar o caldo. Cada vez que você for esquentar o feijão vai reparar que o grão chupou boa parte do caldo e que este é bem grosso, junte mais água, não muita, apenas o suficiente para aumentar o feijão e deixar o caldo levemente mais líquido.

Para os vegetarianos que sentem saudades de carne de vez em quando, colocar cominho dá um leve aroma de carne no feijão.

Caso salgue demais ao colocar as carnes de charque, junte uma batata cortada em quatro, ela concentrará o excesso de sal. Beterraba também funciona e ainda reforça o ferro.

Colocando carnes não use óleos, sem carnes apenas regue com azeite de oliva após o cozimento.

5 comentários:

  1. Oi, Bruna!! Que bom que vc me visitou, o sérgio bloch tinha me falado de você, eu deu uma passeada pelo 'gororobas', mas como não sou de comentar, deixei de dizer que achei seu blog sensacional! e que bom que vc gostou lá do anastácia, embora ele viva desatualizado, uma tristeza! mas vamos trocar figurinhas! um beijão

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna sou fã do seu blog

    Obrigada por nos ensinar tantas coisas boas e saudáveis

    ResponderExcluir
  3. Eu que agradeço imensamente a participação do meu público, sem vcs esse trabalho não teria razão de ser.

    Obrigada pelo carinho!

    ResponderExcluir

O conteúdo aqui publicado é de caráter educacional e preventivo.

Para diagnósticos e receitas procure um médico.